Reserva de passagem

16/10/2013 22:02

 

- Pesquisar as Companhias Aéreas que possuam atendimento personalizado para Deficientes;
- Sempre avisar a Companhia Aérea que o passageiro é deficiente físico e o tipo de deficiência que este possui;
- Perguntar a Companhia Aérea se há algum limite de tamanho ou peso para a cadeira de rodas;
- Se a cadeira de rodas no caso for elétrica, informar a Companhia Aérea e perguntar se há como recarregar a bateria durante o vôo;
- Se o passageiro necessitar de algum equipamento como máscara de oxigênio, a Companhia Aérea não é obrigada a fornecer, mas a maioria delas possuem alguns equipamentos (mas com prévia solicitação e muitas acrescentam uma taxa extra à passagem);
- No caso de um grupo de deficientes as reservas devem ser feitas com no mínimo de 02 meses de antecedência; - Uma Empresa Aérea não pode limitar o número de deficientes físicos por aeronave; 
- Infelizmente grande parte das aeronaves não possui banheiros especiais para deficientes e os que são adaptados não são confortáveis para estes tipos de passageiros;
- Sempre tentar (ao máximo) reservar vôos non-stop ou sem escalas;
- Se a reserva em vôos diretos não for possível, sempre reservar conexões com no mínimo uma hora de intervalo; - Reservar assentos próximos ao principio do avião se não for possível à reserva nos assentos próprios para deficientes;
- Quando o passageiro estiver viajando sozinho aconselhar a procurara de um funcionário da Companhia aérea ou do aeroporto para que o acompanhe durante a troca de vôo, pois muitas vezes a locomoção para os deficientes é muito difícil dentro de alguns aeroportos;
- No embarque e no desembarque a Companhia Aérea deve dar assistência ao deficiente, bem como durante a viagem;
- A Empresa Aérea pode se recusar a dar assistência a um deficiente se isso colocar os outros passageiros em perigo;


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!